Britânico diz que AO trata tenistas pior que animais

Melbourne (Austrália) – A cada dia que passa vai crescendo o número de tenistas insatisfeitos com a decisão do Australian Open de não mexer na programação do qualificatório, expondo assim os atletas às péssimas condições do ar em Melbourne. O último a disparar contra os organizadores foi o britânico Liam Borady, que usou as redes sociais para reclamar.

“Quanto mais penso nas condições em que jogamos há alguns dias atrás, mais ferve meu sangue. Não podemos deixar isso passar, o e-mail que recebemos ontem da ATP e do Australian Open foi um tapa na cara, dizendo que as condições eram ‘jogáveis’. Eles estão sãos?”, indagou o atual 234 do mundo.

Broady comparou o tratamento dado aos tenistas com ao dado aos animais da cidade. “Os cidadãos de Melbourne foram avisados para manter seus animais dentro de casa no dia em que joguei no qualificatório, e ainda assim queria quem eu fosse para um ambiente externo para jogar uma partida de alta intensidade?”, acrescentou o britânico, que cobrou também união dos jogadores.

“O que precisamos fazer para criar uma união de jogadores? Onde está a proteção para homens e mulheres? Em que condições vários jogadores precisam de spray de asma na quadra e nem sequer têm asma? Quando já aconteceu de um tenista entrar em colapso e precisar se retirar devido a problemas respiratórios?”, finalizou Broady.

Fonte: TenisBrasil

Últimas Notícias

Irmãos Bryan se emocionam em despedida da Austrália

Melbourne (Austrália) - A segunda-feira foi de despedida para os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan, que atuaram pela última vez no Australian Open....

Ainda sem Gabigol, Flamengo se reapresenta para a temporada

O elenco do Flamengo se reapresentou no Ninho do Urubu na manhã desta segunda-feira. Depois da grande temporada de 2019, jogadores e comissão técnica...

Pavlyuchenkova faz 71 winners e elimina Kerber

Melbourne (Austrália) - Mais uma vez a russa Anastasia Pavlyuchenkova derrubou uma ex-líder do ranking nesta edição do Australian Open. Apenas dois dias depois...

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui