Cristiane cita experiência e “namoro antigo” em apresentação no Santos

A experiente Cristiane está de volta ao Santos. Após retornar ao futebol brasileiro e jogar uma temporada no São Paulo em 2019, a camisa 11 inicia sua segunda passagem no Peixe. Em apresentação nesta segunda-feira, a atacante revelou “namoro antigo” com o clube e vontade de ajudar as jogadoras mais jovens.

“Experiência. Ajudar bastante as meninas mais nova, ajudar a diretoria, também. Troca de ideias. Estão todos para ajudar. Eu me posiciono mais pelas conquistas que tenho na modalidade, acho que tenho um pouco mais de voz. Tem menina que não tem força, não dão espaço ou tem medo. Fico feliz de ser assim”, declarou em entrevista coletiva.

“Emoção de perceber que as pessoas querem trabalhar com você. É realmente fazer com que se sinta em casa. Presidente está sendo muito franco. Isso te dá confiança para falar com outras meninas voltarem ao Brasil. Ninguém vai deixar o time lá fora se não tiver condição adequada para trabalhar. O torcedor santista tem carinho absurdo não só por mim, mas pela história. Nossa história está aqui dentro”, continuou a atacante.

Cristiane jogou entre 2009 e 2011 no Peixe, vencendo uma Copa do Brasil, duas Libertadores, um Campeonato Paulista e se tornando a quinta maior artilheira da história do clube com 46 gols.

“Um namoro antigo com o Santos. Eles tinham tentando iniciar um conversa ano passado e as coisas não aconteceram. Eu estou muito feliz. Conquistei muitas coisas aqui com as meninas, ajudei bastante, a gente conseguiu alavancar o nome do Santos. Quero alavancar ainda mais esse ano, que a gente possa voltar a estar no topo”, disse.

“Eu acho que conversaram muito comigo antes de tomar decisão. Santos procurou oferecer a melhor qualidade para as meninas e isso é de anos. Isso é muito importante. Vi o quanto melhorou desde a época que eu estive aqui. A Vila está sendo arrumada. O torcedor tem carinho por nós”, complementou a jogadora.

Fonte: Gazeta Esportiva

Últimas Notícias

Brasileiros caem nas semifinais de duplas no Rio

Rio de Janeiro (RJ) - Em sua sétima edição, o Rio Open segue sem títulos para os jogadores brasileiros. Os últimos atletas nacionais na...

Tsitsipas defende título e Aliassime amarga o 5º vice

Marselha (França) - Pela segunda vez em sua carreira profissional, Stefanos Tsitsipas conseguiu defender um título. O grego de 21 anos e número 6...

Grosjean: “Não tenho certeza se a Fórmula 1 é um esporte”

Romain Grosjean possui uma carreira relativamente extensa na Fórmula 1. O francês participou de 164 GPs ao longo de 11 anos no grid,...