Jesualdo Ferreira destaca defesa e elege o maior defeito do Santos

Apesar do Red Bull Bragantino ter criado as melhores oportunidades na partida desta quarta-feira, pelo Campeonato Paulista, Jesualdo Ferreira vê pontos positivos na estreia, uma vez que o Santos teve pouco tempo de preparação. No entanto, o técnico também destacou o principal defeito do Peixe, em entrevista concedida após o duelo.

“Depois de doze dias, estava pronto, não tinha outra alternativa, tinha que jogar. A equipe foi capaz, durante algum tempo, de deixar o adversário com pouco espaço. Não foi fácil para o Red Bull ganhar espaços para atacar. Mas não conseguimos fazer aquilo que acho importante, que é ter clareza no momento de decidir. A equipe jogou muito depressa. Acho que esse foi nosso problema maior. Agora temos que trabalhar”, analisou.

O comandante ainda destacou a presença do público na Vila Belmiro. Segundo o português, a torcida pode ser o trunfo do Santos em 2020.

“Quando torcedores vieram? 12 mil? Fantástico. Vou agradecer aos torcedores do Santos por terem comparecidos por essa capacidade de apoiar durante os 90 minutos. Se conseguirmos ter sempre uma presença dessa, dentro dos 12 ou 15 mil, vamos ter um ambiente muito bom ao nosso favor. Emocionou um pouco, me tocou, por isso o agradecimento”, completou.

Líder do Grupo A, o Santos volta a campo já nesta segunda-feira. Em busca de primeira vitória sob o comando de Jesualdo Ferreira, o Peixe enfrenta o Guarani, às 20 horas (de Brasília), no Estádio Brinco de Ouro da Princesa.

Fonte: Gazeta Esportiva

Últimas Notícias

Stefani e Carter caem ainda na estreia em Doha

Doha (Qatar) - Durou apenas um jogo a participação de Luisa Stefani na chave de duplas do WTA Premier de Doha. A brasileira e...

Brasileiros caem nas semifinais de duplas no Rio

Rio de Janeiro (RJ) - Em sua sétima edição, o Rio Open segue sem títulos para os jogadores brasileiros. Os últimos atletas nacionais na...

Tsitsipas defende título e Aliassime amarga o 5º vice

Marselha (França) - Pela segunda vez em sua carreira profissional, Stefanos Tsitsipas conseguiu defender um título. O grego de 21 anos e número 6...